fbpx

Afinal, quando um cuidador de idoso é necessário?

Saber quando um cuidador de idoso é necessário é fundamental para assegurar o cuidado com o zelo, o carinho e o conforto que seu ente querido merece. Dadas as limitações típicas da idade, esse suporte profissional pode auxiliar o idoso em diferentes situações, tanto em casa como no hospital.

Além de servir de companhia, o cuidador pode ajudar a família em tarefas como administração de medicamentos, organização da agenda, marcação de consultas e durante a alimentação e o banho.

Nesse contexto, separamos as principais situações que sugerem a necessidade da contratação de um cuidador profissional para tornar o cotidiano do idoso mais tranquilo e seguro. Acompanhe!

Quando um cuidador de idoso é necessário?

Por diversas razões, as pessoas envelhecem de modo diferente e muito peculiar. Enquanto alguns alcançam a longevidade com muita disposição, autonomia, saúde e bom humor, outros são limitados pelas doenças típicas da idade.

Tendo isso em vista, a contratação de um profissional para auxiliar as famílias que têm idoso em casa torna-se uma excelente opção. Na sequência, veja algumas das principais razões que demonstram essa necessidade.

Quando o idoso não consegue se alimentar sozinho

Devido às limitações impostas por certas enfermidades, durante o envelhecimento podem surgir incapacitações que tornam o idoso dependente de ajuda na hora da alimentação. Porém, é preciso ter habilidade para demonstrar carinho e afeto nesses momentos, para que essa ajuda não impacte negativamente no aspecto emocional dele.

Apresenta problemas de memória ou algum tipo de dificuldade de locomoção

A degeneração natural que acompanha o envelhecimento causa a morte de neurônios e o acúmulo de substâncias em algumas regiões cerebrais. Isso compromete as funções cognitivas e resulta na perda da memória. Nessas situações, o idoso necessita de amparo e apoio em tempo integral.

Tem problemas relativos à higiene

A dificuldade de memória também desencadeia alguns problemas que exigem mais cuidado dos familiares ou dos responsáveis pelos idosos. Além das doenças que atrapalham a locomoção e dificultam o banho, por exemplo, muitos idosos se esquecem de realizar os processos relativos à higiene pessoal.

Começa a ter esquecimento das atividades comuns no dia a dia

Doenças degenerativas como Mal de Parkinson e Alzheimer afetam a capacidade de memória na terceira idade. Esses quadros provocam falhas temporárias na memória e pioram com o passar do tempo. O primeiro sinal de que a memória do idoso não está bem é o esquecimento das atividades comuns no dia a dia.

Coloca a própria vida em risco

Em algumas situações, o idoso pode sofrer as consequências do processo degenerativo de forma bem mais grave. Muitas doenças crônicas — sobretudo as que estão relacionadas às emoções — podem desencadear distúrbios mentais e tornar necessário o processo de monitoração constante por um profissional.

Como escolher um profissional adequado?

Para assegurar maior qualidade nesses serviços, o ideal é optar por uma empresa de Home Care experiente no ramo — como a Alphacare — que disponibiliza profissionais treinados, responsáveis e preparados para o acompanhamento e a assistência ao idoso.

Nossos profissionais atuam em regimes de plantão 24h por dia, durante todos os dias da semana, seja no período total de internação ou na assistência domiciliar. Esse trabalho em domicílio é realizado por meio de visitas periódicas da equipe multidisciplinar e de orientações ou avaliações customizadas de acordo com a necessidade e o perfil de cada paciente.

Logo, além de saber quando um cuidador de idoso é necessário, ao contratá-lo é preciso priorizar alguns requisitos para garantir bem-estar, tranquilidade e segurança tanto para o paciente como para os familiares.

Gostaria de conhecer melhor os serviços da Alphacare? Entre em contato conosco agora mesmo e solicite uma avaliação gratuita e sem compromisso!



× Como podemos te ajudar?